O IEAC-GO comunica que se opõe à legalização da eutanásia e do suicídio assistido, e defende o valor de cada vida humana, desde a conceção até à morte natural.

Neste sentido, o IEAC-GO subscreve a nota pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) onde se lê que «o direito à vida é indisponível».

Ler mais em http://www.conferenciaepiscopal.pt/v1/eutanasia-o-que-esta-em-causa-contributos-para-um-dialogo-sereno-e-humanizador/.